13.4.18

O desafio literário com os 100 melhores livros de sempre



Sim, também resolvi participar. Porque adoro desafios literários, adoro perceber quantos clássicos já li aos 22 anos e quantos ainda me faltam ler. Parece que este book challenge voltou a estar na ribalta, inclusive já o tendo encontrado em dois blogues portugueses (no blogue da Helena e no da Vera). Como sou um pouquinho invejosa, resolvi também contar-vos quantos livros nesta lista já li. E, deixem-me dizer-vos, surpreendi-me a mim mesma. 


A verdade é que me lembro deste artigo aparecer na Internet há alguns anos, ainda que não lhe tenha dado muita importância na altura. Ficou viral, pois provocava qualquer leitor ao dizer que a maioria das pessoas só tinha lido 6 dos 100 romances listados. A BBC, de onde supostamente originava este ataque ofensivo ao average bookworm, desmentiu ter qualquer relação com esta lista. Ainda assim, há algumas semelhanças com esta lista dos 100 melhores livros de Inglaterra, e pensa-se que foi assim que o desafio nasceu, tornando-se imediatamente viral. 

Se quiserem saber mais pormenores sobre a origem de toda esta confusão, é só ler este artigo.

Uma das minhas funcionalidades favoritas do Goodreads são as listas. Adoro participar em todas, seja ao votar no melhor livro young adult de sempre, seja neste tipo de desafios que nos fazem perceber os hábitos de leitura do leitor mediano. Ora, ao introduzirem os livros indicados no desafio falso viral da BBC, deram-nos um número: a maioria dos utilizadores da Goodreads leram 23 dos 100 livros escolhidos.

Eu, no entanto, resolvi modificar algumas coisas nesta minha lista. Acreditem que não foi muito, simplesmente introduzi alguns livros/séries mais conhecidos em Portugal, como Os Cinco de Enid Blyton, ou outras obras que também considero serem das mais lidas pelo mundo e que, de alguma forma, não foram parar aqui, como Dom Quixote de La Mancha, de Cervantes. Ora vejam:

  1. Harry Potter e a Pedra Filosofal (1997), J. K. Rowling;
  2. O Código Da Vinci (2003), Dan Brown;
  3. Mataram a Cotovia (1960), Harper Lee;
  4. A Quinta dos Animais (1945), George Orwell;
  5. O Pequeno Príncipe (1943), Antoine de Saint-Exupéry;
  6. 1984 (1949), George Orwell;
  7. O Senhor dos Anéis (1954), J. R. R. Tolkien;
  8. Catch-22 (1961), Joseph Heller;
  9. O Monte dos Vendavais (1847), Emily Brontë;
  10. O Alquimista (1988), Paulo Coelho;
  11. O Hobbit (1937), J. R. R. Tolkien;
  12. O Deus das Moscas (1954), William Golding;
  13. O Conde de Monte Cristo (1845), Alexandre Dumas;
  14. História de Duas Cidades (1859), Charles Dickens;
  15. A Vida de Pi (2001), Yann Martel;
  16. Orgulho e Preconceito (1813), Jane Austen;
  17. Jane Eyre (1847), Charlotte Brontë;
  18. Ensaio Sobre a Cegueira (1995), José Saramago;
  19. O Apanhador no Campo de Centeio (1951), J. D. Salinger;
  20. As Mulherzinhas (1869), Louisa May Alcott;
  21. Rebecca: A Mulher Inesquecível (1938), Daphne du Maurier;
  22. Alice no País das Maravilhas (1865), Lewis Carroll;
  23. E Tudo o Vento Levou (1936), Margaret Mitchell;
  24. A Teia de Charlotte (1952), E. B. White;
  25. O Jardim Secreto (1911), Frances Hodgson Burnett;
  26. Charlie e a Fábrica de Chocolate (1964), Roald Dahl;
  27. Expiação (2001), Ian McEwan;
  28. O Grande Gatsby (1925), F. Scott Fitzgerald; 
  29. Cem Anos de Solidão (1967), Gabriel García Márquez;
  30. As Crónicas de Nárnia (1950), C. S. Lewis;
  31. Memórias de uma Gueixa (1997), Arthur Golden;
  32. Sensibilidade e Bom Senso (1811), Jane Austen;
  33. O Caçador de Pipas (2003), Khaled Hosseini;
  34. Um Conto de Natal (1843), Charles Dickens;
  35. Dracula (1897), Bram Stoker;
  36. Um Amor em Tempos de Cólera (1985), Gabriel García Márquez;
  37. Ratos e Homens (1937), John Steinbeck;
  38. Os Três Mosqueteiros (1844), Alexandre Dumas;
  39. Os Maias (1888), Eça de Queiroz;
  40. A Mulher do Viajante no Tempo (2003), Audrey Niffenegger;
  41. O Diário de Bridget Jones (1996), Helen Fielding;
  42. As Vinhas da Ira (1939), John Steinbeck;
  43. Grandes Esperanças (1861), Charles Dickens;
  44. Coração das Trevas (1899), Joseph Conrad;
  45. Admirável Mundo Novo (1932), Aldous Huxley;
  46. Os Filhos da Meia-Noite (1981), Salman Rushdie;
  47. Anna Karenina (1877), Lev Tolstói;
  48. A Feira das Vaidades (1847), William Makepeace Thackeray;
  49. Persuasão (1817), Jane Austen;
  50. Visto do Céu (2002), Alice Sebold;
  51. A Sombra do Vento (2001), Carlos Ruiz Zafón; 
  52. Crime e Castigo (1866), Fiódor Dostoiévski;
  53. A Laranja Mecânica (1962), Anthony Burgess;
  54. Mundos Paralelos: Os Reinos do Norte (1995), Philip Pullman;
  55. Winnie the Pooh (1926), A. A. Milne;
  56. Anne de Green Gables (1908), Lucy Maud Montgomery;
  57. Lolita (1955), Vladimir Nabokov;
  58. O Retrato de Dorian Gray (1890), Oscar Wilde;
  59. Frankenstein (1931), Mary Shelley;
  60. Pela Estrada Fora (1957), Jack Kerouac;
  61. Moby Dick (1851), Herman Melville;
  62. A Cor Púrpura (1982), Alice Walker;
  63. Emma (1815), Jane Austen;
  64. O Estrangeiro (1942), Albert Camus;
  65. Hamlet (1609), William Shakespeare;
  66. O Conto da Aia (1985), Margaret Atwood;
  67. Os Miseráveis (1962), Victor Hugo;
  68. Uma Cidade Chamada Alice (1950), Nevil Shute;
  69. Tess dos D'Urbervilles (1892), Thomas Hardy;
  70. Oliver Twist (1838), Charles Dickens);
  71. Um Perfeito Equilíbrio (1995), Rohinton Mistry;
  72. Middlemarch (1871), George Eliot;
  73. David Copperfield (1850), Charles Dickens;
  74. A Casa Abandonada (1853), Charles Dickens;
  75. Dom Quixote de La Mancha (1605), Miguel de Cervantes;
  76. Guerra e Paz (1867), Lev Tolstói;
  77. A Redoma de Vidro (1963), Sylvia Path;
  78. Possessão (1992), Antonia Susan Byatt;
  79. O Vento nos Salgueiros (1908), Kenneth Grahame;
  80. As Aventuras de Sherlock Holmes (1892), Arthur Conan Doyle;
  81. Os Vestígios do Dia (1989), Kazuo Ishiguro;
  82. Madame Bovary (1856), Gustave Flaubert;
  83. A Mulher de Branco (1860), Wilkie Collins;
  84. Longe da Multidão (1874), Thomas Hardy;
  85. Atlas das Nuvens (2004), David Mitchell;
  86. Os Cinco (1942-1963), Enid Blyton;
  87. O Canto do Pássaro (1993), Sebastian Faulks;
  88. O Diário de Anne Frank (1947), Anne Frank;
  89. Duna (1965), Frank Herbert;
  90. Fazenda Maldita (1932), Stella Gibbons;
  91. Em Busca de Watership Down (1972), Richard Adams;
  92. Um Rapaz Adequado (1993), Vikram Seth;
  93. A História Secreta (1992), Donna Tartt;
  94. Judas, o Obscuro (1895), Thomas Hardy;
  95. Crónicas de uma Pequena Ilha (1995), Bill Bryson;
  96. Ulisses (1922), James Joyce;
  97. O Som e a Fúria (1929), William Faulkner;
  98. Germinal (1885), Émile Zola;
  99. Fábrica de Vespas (1984), Ian M. Banks;
  100. Uma Confraria de Tolos (1980), John Kennedy Toole.

Em suma, e mediante os que coloquei em negrito por terem sido os que já li, acabei com 28 livros lidos. Ainda que tenha feito algumas modificações muito à tuga, considero que 28 são muito poucos livros nesta lista de 100 e quero ver se aumento os lidos rapidamente!

E vocês, quantos já leram nesta lista? 😝

5 comments

  1. Este desafio é mesmo interessante, não só porque nos faz refletir sobre as nossas leituras, mas também porque nos provoca a ler mais :)
    Desta lista, só li 6, o que é um total desastre. Mas tenho vários deles em lista de espera (só para amenizar a tragédia ahahah)

    Beijinhos, minha querida*

    ReplyDelete
    Replies
    1. O que importa é ler, querida Andreia! Não gosto de julgar as pessoas se têm hábitos de leitura diferentes. Acho que a lista é engraçada, mas tenho a certeza que leste muitos mais livros que não estão nesta lista e, ainda assim, são muito bons. O que importa é ler, ler muito! ♥️

      Delete
  2. Literalmente só li um :D Eu tendo a não ler clássicos, leio muito mais new releases. É por isso que um dos meus objectivos este ano é despachar alguns dos clássicos que tenho cá em casa!

    Beijinhos e boas leituras ♡
    http://www.acharofioameada.com

    ReplyDelete
  3. Por aqui já li 22 dessa lista!
    Os Cinco são um clássico completo na juventude portuguesa (e As Aventuras da Anita!)! Acho que o Memorial do Convento também podia estar aí, não há mais clássico de Saramago para o estudante secundário típico :P

    ReplyDelete
  4. Estava com medo de ir ver os que já tinha lido ou não :P Li 37 :)
    Não sou muito de clássicos, mas ainda quero ler mais alguns que tens aí na lista.
    Tenho montes de livros em lista de espera mas agora deu-me para ir ler outra vez o Harry Potter :D

    ReplyDelete

© by the library. Design by FCD.