23.4.18

Dia Mundial do Livro



Fui convidada pela Sofia Costa Lima, do blogue A Sofia World, a responder a uma série de perguntas relacionadas com... Livros! Pois é, hoje celebra-se um dos dias mais importantes do meu coração, o Dia Mundial do Livro, e claro que nós, bloggers, tínhamos que falar sobre isso ♥ 

20.4.18

O impacto que os livros podem ter nas nossas vidas

uma fotografia sem maquilhagem, porque amor-próprio também tem (ou tenta ter) destas coisas ♡

Quando era pequena recebi a minha primeira herança de família. Era uma edição já muito antiga, com a lomba toda colada, preservada da melhor maneira possível, daqueles livros de 365 Histórias. Tinha pertencido à minha mãe e tia, 20 anos antes, e passava agora para mim. Pouco tempo depois, lembro-me que recebi uma edição nova do mesmo livro, praticamente igual. Era a melhor forma de acabar o meu dia: no colo do meu avô, a ler aquelas histórias pequeninas com animais falantes. 


13.4.18

O desafio literário com os 100 melhores livros de sempre



Sim, também resolvi participar. Porque adoro desafios literários, adoro perceber quantos clássicos já li aos 22 anos e quantos ainda me faltam ler. Parece que este book challenge voltou a estar na ribalta, inclusive já o tendo encontrado em dois blogues portugueses (no blogue da Helena e no da Vera). Como sou um pouquinho invejosa, resolvi também contar-vos quantos livros nesta lista já li. E, deixem-me dizer-vos, surpreendi-me a mim mesma. 

11.4.18

REVIEWS #5 // The Hate U Give, por Angie Thomas


Já sabem que aprecio uma história que seja transparente com a realidade. Seja através do fantástico, de thrillers ou romances pirosos, sempre achei importante o papel vital da literatura ao apontar o dedo a uma sociedade cruel que sempre viveu através do ódio (desculpem ser tão pessimista, but where's the lie?!). The Hate U Give (em português O Ódio que Semeias) é uma dessas histórias importantes, daquelas que eu acho que deviam ser obrigatórias na vida de toda a gente. Deixem-me dizer-vos o que penso dela.

6.4.18

5 Razões para Veres "La Casa de Papel"


É a série do momento. Apaixonou toda a gente, um pouco por todo o mundo, e Portugal não foi indiferente. Quanto a mim, devorei completamente a série, num ápice. Lembro-me que vi dois episódios e disse ao Daniel para vermos juntos, que não me importava de repetir os dois primeiros. Vi tudo sem ele. Voltei a rever tudo já com ele, tendo também ele ficado viciadíssimo. Mas porque é que nos apaixonámos todos por La Casa de Papel (2017)? Dou-vos 5 razões para se apaixonarem também.

4.4.18

MOVIE 36 // Wonder (2017)


Já vi os três filmes do mês de Abril para o MOVIE 36, o projecto já bem conhecido aqui por este canto. Ainda assim, resolvi falar-vos em detalhe deste, por ser daqueles que nos contam histórias importantes, merecedoras de toda a nossa atenção. Também porque me fez chorar baba e ranho do princípio ao fim, e embora isso seja uma imagem nada exagerada e definitivamente nojenta da minha parte, acho que dita algo importante: uma história que causa tanta emoção cá dentro merece ser celebrada. Nada melhor do que fazê-lo através da escrita.

23.4.18

Dia Mundial do Livro



Fui convidada pela Sofia Costa Lima, do blogue A Sofia World, a responder a uma série de perguntas relacionadas com... Livros! Pois é, hoje celebra-se um dos dias mais importantes do meu coração, o Dia Mundial do Livro, e claro que nós, bloggers, tínhamos que falar sobre isso ♥ 

20.4.18

O impacto que os livros podem ter nas nossas vidas

uma fotografia sem maquilhagem, porque amor-próprio também tem (ou tenta ter) destas coisas ♡

Quando era pequena recebi a minha primeira herança de família. Era uma edição já muito antiga, com a lomba toda colada, preservada da melhor maneira possível, daqueles livros de 365 Histórias. Tinha pertencido à minha mãe e tia, 20 anos antes, e passava agora para mim. Pouco tempo depois, lembro-me que recebi uma edição nova do mesmo livro, praticamente igual. Era a melhor forma de acabar o meu dia: no colo do meu avô, a ler aquelas histórias pequeninas com animais falantes. 


13.4.18

O desafio literário com os 100 melhores livros de sempre



Sim, também resolvi participar. Porque adoro desafios literários, adoro perceber quantos clássicos já li aos 22 anos e quantos ainda me faltam ler. Parece que este book challenge voltou a estar na ribalta, inclusive já o tendo encontrado em dois blogues portugueses (no blogue da Helena e no da Vera). Como sou um pouquinho invejosa, resolvi também contar-vos quantos livros nesta lista já li. E, deixem-me dizer-vos, surpreendi-me a mim mesma. 

11.4.18

REVIEWS #5 // The Hate U Give, por Angie Thomas


Já sabem que aprecio uma história que seja transparente com a realidade. Seja através do fantástico, de thrillers ou romances pirosos, sempre achei importante o papel vital da literatura ao apontar o dedo a uma sociedade cruel que sempre viveu através do ódio (desculpem ser tão pessimista, but where's the lie?!). The Hate U Give (em português O Ódio que Semeias) é uma dessas histórias importantes, daquelas que eu acho que deviam ser obrigatórias na vida de toda a gente. Deixem-me dizer-vos o que penso dela.

6.4.18

5 Razões para Veres "La Casa de Papel"


É a série do momento. Apaixonou toda a gente, um pouco por todo o mundo, e Portugal não foi indiferente. Quanto a mim, devorei completamente a série, num ápice. Lembro-me que vi dois episódios e disse ao Daniel para vermos juntos, que não me importava de repetir os dois primeiros. Vi tudo sem ele. Voltei a rever tudo já com ele, tendo também ele ficado viciadíssimo. Mas porque é que nos apaixonámos todos por La Casa de Papel (2017)? Dou-vos 5 razões para se apaixonarem também.

4.4.18

MOVIE 36 // Wonder (2017)


Já vi os três filmes do mês de Abril para o MOVIE 36, o projecto já bem conhecido aqui por este canto. Ainda assim, resolvi falar-vos em detalhe deste, por ser daqueles que nos contam histórias importantes, merecedoras de toda a nossa atenção. Também porque me fez chorar baba e ranho do princípio ao fim, e embora isso seja uma imagem nada exagerada e definitivamente nojenta da minha parte, acho que dita algo importante: uma história que causa tanta emoção cá dentro merece ser celebrada. Nada melhor do que fazê-lo através da escrita.
© by the library. Design by FCD.