28.3.18

Ponte Romana de Chaves

Chaves, Portugal

Infelizmente, tudo o que é bom acaba depressa. As nossas férias a Chaves já terminaram e deixaram-nos de coração cheio, com vontade de ficar lá mais alguns dias (ou semanas). Quero falar-vos um pouquinho sobre as principais atracções de uma das cidades mais bonitas de Trás-Os-Montes, embora seja suspeita porque, enfim, tenho família lá e passei muitas férias lá em cima. Hoje, no entanto, trago-vos a ponte mais bonita. A ponte das paisagens, entregue ao rio. A Ponte Romana de Chaves.



Muitos podem olhar para esta ponte e comentar "E então? Não é nada de especial". De todas as vezes que fui lá, havia sempre dois sítios predilectos por onde adorava passear e escrever, pois traziam-me sempre uma calma absoluta. Um deles era o Castelo, de que vos falarei noutra publicação, e os jardins ao pé do rio e, consequentemente, ao pé desta ponte. 

Adoro sítios históricos, passear por lugares onde as casas e construções têm mais do que anos de vida, por vezes séculos. É o caso da ponte de Chaves, também conhecida por Ponte do Trajano, que atravessa o rio Tâmega e cuja vista é impressionante tanto no Inverno, como no Verão. 

E porque é que também é conhecida por Ponte do Trajano? Por ter sido construída na altura do imperador Trajano, mais ou menos entre o final do século I e inícios do século II d.C. É uma das mais importantes relíquias portuguesas do tempo dos romanos, mantendo-se mais ou menos com o mesmo modelo, ainda que tenha sido remodelada algumas vezes ao longo dos séculos devido a cheias e/ou outros contratempos. Afinal de contas, Chaves foi uma das cidades predilectas pelos romanos, conhecida na altura por Aquae Flaviae, tendo sido bastante aprimorada através da construção de muralhas e o Castelo, termas balneares, entre outros. 

Para quem gosta de turismo histórico-cultural, Chaves é sem dúvida uma boa escolha no nosso Portugal, pois há imensos vestígios arqueológicos espalhados pela cidade. Em relação à ponte romana, é sem dúvida um dos meus sítios favoritos para passear e relaxar. Em volta há imensos cafés e espaços verdes, ideais para descansarmos com uma vista tão bonita. 

Deixo-vos com duas fotos que tirei para o meu Instagram pessoal, há dois anos atrás, novamente com a ponte mas também com as poldras, uma atracção que agora é talvez um bocadinho perigosa, mas que desde sempre foi um ponto de diversão e interesse para os flavienses e turistas, por ser um amontoado de pedras por onde se pode atravessar o rio. Cresci com as histórias da minha avó, das pessoas que iam lavar as roupas ao rio enquanto as crianças brincavam nas poldras, estando ela lá incluída. 

Uma cidade de histórias e aventuras que sempre me encantou. ❤

Segundo consta, o rio é agora demasiado sujo e poluído, mas na altura da minha avó era o sítio perfeito para banhos e que mais. Nunca me aventurei a fazer as poldras na sua totalidade, mas já fui talvez até metade há alguns anos atrás, quando as pedras não estavam tão soltas e não havia tanto risco de cair.

9 comments

  1. Já tive a oportunidade de ir a Chaves, mas foram visitas muito rápidas. Tenho que lá voltar com tempo *.*
    Adorei as fotos!

    ReplyDelete
    Replies
    1. É a cidade do meu coração! Tens mesmo que lá voltar :)

      Delete
  2. r: As Cinquenta Sombras de Grey foram as primeiras obras que li dentro daquele género literário, por isso não tenho grandes termos de comparação. Ainda assim, e apesar de também sentir que não tem a escrita mais fascinante de sempre, gostei imenso da história e da desconstrução das personagens, sobretudo de Grey, que por baixo daquela camada arrogante, sedutora e possessiva não deixava de apresentar uma enorme fragilidade. Além disso, pela linha que a história acabou por seguir, ajuda a quebrar alguns estereótipos, porque nos apresenta um universo que continua a ser muito tabu.
    A Saga de Gabriel, a meu ver, acaba por se distanciar bastante, ainda que seja possível identificar aspetos comuns. E a linguagem utilizada evidencia isso mesmo, porque é mais cuidada e não tão óbvia.

    Oh, obrigada, minha querida. É tão bom ler isso *.*

    ReplyDelete
  3. Acho que nunca estive em Chaves e se estive não me lembro. Mas já ouvi dizer que é um sítio lindíssimo. Gostei muito das fotos e de conhecer um bocadinho de Chaves :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada! E é uma cidade lindíssima, principalmente do ponto de vista histórico. Vale a pena se queremos descansar, passear e comer bem :)

      Delete
  4. Que fotos lindas! Chaves é uma cidade que ainda não tive o prazer de conhecer.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Muito obrigada! É uma cidade que recomendo a toda a gente :)

      Delete
  5. Chaves deve ser uma cidade encantadora, e compreendo perfeitamente o porquê de teres dedicado uma publicação inteira a esta ponte - é encantadora.
    Fiquei com curiosidade de conhecer esta bonita cidade.

    My Own Anatomy ✨

    ReplyDelete
    Replies
    1. Também acho, principalmente devido à componente histórica da ponte :)
      Se algum dia lá fores, tens que me dizer o que achaste!

      Delete

© by the library. Design by FCD.