Life Update

19.6.18



Por aqui, eu bem sei, tem estado tudo muito parado. A culpa é minha - eu sei, eu sei, eu sei - mas prometo que é por uma boa razão. Não queria propriamente fazer uma pausa ~oficial~ do By the Library, mas não queria deixar de vos explicar a vocês, leitores, o que se está a passar cá deste lado. E a verdade é que é tudo demasiado simples. Por isso, aqui vai o update de blogger pseudo professional com uma mensagem secreta pelo meio... Desculpem. 

"Uma Magia mais Escura", por V. E. Schwab

22.5.18



Para uma pessoa que se intitula de book blogger, as leituras por aqui deixam muito a desejar. Ando a tentar orientar a minha vida e a pensar noutras coisas, acabando por perder um bocadinho a vontade ler. Ou de fazer o que quer que seja. Mas, relaxem. Pareço estar finalmente a entrar no ritmo normal e, recentemente, acabei Uma Magia mais Escura (2015), o primeiro livro de uma trilogia do género fantástico que tem estado na ribalta há já algum tempo.

23 lições aos 23 anos

11.5.18

É impressionante a velocidade a que o tempo corre. Parece que ainda foi ontem que estava a entrar pela primeira vez para a universidade, 18 anos mal feitos, prontinha para a primeira viragem da minha vida. Cinco anos depois, o percurso que eu tomava como certo deu uma volta de 360º. Cresci muito. Aprendi ainda mais. Permaneço, contudo, com a mesma incessante vontade de viver, conhecer e saber mais. Hoje, com 23 anos, penso em 23 lições que moldaram a pessoa que sou hoje. Achei que seria interessante partilhá-las com vocês. 

16 sugestões literárias para o Dia da Mãe

2.5.18



Por esta altura, há um ano atrás, estava a fazer o meu primeiro giveaway - ainda sob o domínio SHE WRITES - onde, em parceria com a minha Andreia, oferecíamos um livro e uns miminhos em feltro para celebrar o Dia da Mãe. Este ano, infelizmente, não consegui fazer o mesmo, mas isso não significa que não tenha umas ideias para vocês. Aqui ficam algumas sugestões literárias para oferecer à vossa mamã, nem que seja com a desculpa de as roubarem mais tarde para ficarem vocês com elas! 😜

MOVIE 36 // Wrap Up de Abril

30.4.18



Os filmes do mês de Abril foram logo vistos no início do mês, numa espécie de maratona que cada vez mais me apetece fazer regularmente, naqueles dias de preguiça em que não temos mais nada a fazer que ficar em casa a relaxar. Foi também um mês onde tentei pôr-me a par dos filmes da Marvel para conseguir ver o Infinity War algures entre esta semana e a próxima. Querem saber o que achei? Continuem a ler! 

Dia Mundial do Livro

23.4.18



Fui convidada pela Sofia Costa Lima, do blogue A Sofia World, a responder a uma série de perguntas relacionadas com... Livros! Pois é, hoje celebra-se um dos dias mais importantes do meu coração, o Dia Mundial do Livro, e claro que nós, bloggers, tínhamos que falar sobre isso ♥ 

O impacto que os livros podem ter nas nossas vidas

20.4.18

uma fotografia sem maquilhagem, porque amor-próprio também tem (ou tenta ter) destas coisas ♡

Quando era pequena recebi a minha primeira herança de família. Era uma edição já muito antiga, com a lomba toda colada, preservada da melhor maneira possível, daqueles livros de 365 Histórias. Tinha pertencido à minha mãe e tia, 20 anos antes, e passava agora para mim. Pouco tempo depois, lembro-me que recebi uma edição nova do mesmo livro, praticamente igual. Era a melhor forma de acabar o meu dia: no colo do meu avô, a ler aquelas histórias pequeninas com animais falantes. 


O desafio literário com os 100 melhores livros de sempre

13.4.18



Sim, também resolvi participar. Porque adoro desafios literários, adoro perceber quantos clássicos já li aos 22 anos e quantos ainda me faltam ler. Parece que este book challenge voltou a estar na ribalta, inclusive já o tendo encontrado em dois blogues portugueses (no blogue da Helena e no da Vera). Como sou um pouquinho invejosa, resolvi também contar-vos quantos livros nesta lista já li. E, deixem-me dizer-vos, surpreendi-me a mim mesma. 

"The Hate U Give", por Angie Thomas

11.4.18


Já sabem que aprecio uma história que seja transparente com a realidade. Seja através do fantástico, de thrillers ou romances pirosos, sempre achei importante o papel vital da literatura ao apontar o dedo a uma sociedade cruel que sempre viveu através do ódio (desculpem ser tão pessimista, but where's the lie?!). The Hate U Give (em português O Ódio que Semeias) é uma dessas histórias importantes, daquelas que eu acho que deviam ser obrigatórias na vida de toda a gente. Deixem-me dizer-vos o que penso dela.

5 Razões para Veres "La Casa de Papel"

6.4.18


É a série do momento. Apaixonou toda a gente, um pouco por todo o mundo, e Portugal não foi indiferente. Quanto a mim, devorei completamente a série, num ápice. Lembro-me que vi dois episódios e disse ao Daniel para vermos juntos, que não me importava de repetir os dois primeiros. Vi tudo sem ele. Voltei a rever tudo já com ele, tendo também ele ficado viciadíssimo. Mas porque é que nos apaixonámos todos por La Casa de Papel (2017)? Dou-vos 5 razões para se apaixonarem também.

MOVIE 36 // Wonder (2017)

4.4.18


Já vi os três filmes do mês de Abril para o MOVIE 36, o projecto já bem conhecido aqui por este canto. Ainda assim, resolvi falar-vos em detalhe deste, por ser daqueles que nos contam histórias importantes, merecedoras de toda a nossa atenção. Também porque me fez chorar baba e ranho do princípio ao fim, e embora isso seja uma imagem nada exagerada e definitivamente nojenta da minha parte, acho que dita algo importante: uma história que causa tanta emoção cá dentro merece ser celebrada. Nada melhor do que fazê-lo através da escrita.

Ponte Romana de Chaves

28.3.18 Chaves, Portugal


Infelizmente, tudo o que é bom acaba depressa. As nossas férias a Chaves já terminaram e deixaram-nos de coração cheio, com vontade de ficar lá mais alguns dias (ou semanas). Quero falar-vos um pouquinho sobre as principais atracções de uma das cidades mais bonitas de Trás-Os-Montes, embora seja suspeita porque, enfim, tenho família lá e passei muitas férias lá em cima. Hoje, no entanto, trago-vos a ponte mais bonita. A ponte das paisagens, entregue ao rio. A Ponte Romana de Chaves.

MOVIE 36 // Wrap Up de Março

27.3.18

black panther - three billboards - lady bird - shape of water

Já podia ter feito a publicação do MOVIE 36 logo no início do mês, pela altura dos Óscares, mas com a organização das minhas férias a Chaves e uma pequenina vontade de procrastinar, lá fui adiando até chegarmos ao final de Março sem nada deste projecto. Este mês trago-vos tudo num pequeno resumo, em vez da publicação individual que já é habitual no blogue, e não sei se os próximos meses não serão assim também. Sem mais demoras, deixem-me falar-vos dos filmes de Março, cujas histórias abordam, fundamentalmente, a representatividade no cinema.   

Em direcção a...

17.3.18



... ChavesQuando estiverem a ler isto, provavelmente já estaremos na estrada, a caminho do nosso primeiro destino de 2018 para umas férias de puro descanso... no Norte! Chaves é uma cidade que estava na nossa bucket list há imenso tempo, por ser a cidade onde a minha avó materna nasceu e cresceu, e também por ser uma cidade lindíssima, com um grande valor a nível de património e pela sua história. Apesar de já lá ter ido várias vezes, vai ser a primeira vez do Daniel e não podia estar mais entusiasmada. O facto de ser mesmo junto à fronteira com Espanha, puro Trás-os-Montes, não nos assusta nada! Estamos mais do que preparados. Por isso mesmo... Até já!

"The Lunar Chronicles", por Marissa Meyer

14.3.18



Os últimos meses têm sido ocupados a ler a saga de ficção científica The Lunar Chronicles (2012-2015), por Marissa Meyer (Crónicas Lunares em português). Como sabem, 2018 tem sido um pouquinho lento no que toca a leituras. Desde Janeiro já li sete livros, mas dois deles foram para a tese, e embora esteja um bocadinho desiludida, estou a tentar não pensar muito nisso porque a minha cabeça tem estado preocupada com outras coisas. Ainda assim, está na altura de vos falar desta saga fantástica, a minha grande companhia há já algum tempinho, numa espécie de overall review dos quatro livros. 

O Poder da Representação e a Importância das Heroínas na Ficção

8.3.18



Adoro o poder que a ficção tem para influenciar como nos estamos a sentir no momento. Várias histórias já me deixaram deprimida, irritada, confiante, bonita, divertida, melancólica, enfim. O poder dos livros e do cinema é mesmo esse, de nos dar uma escapatória para outro lado, ao mesmo tempo que nos faz aceitar melhor a realidade em que vivemos. Para mim, enquanto jovem adulta e mulher, as histórias sobre mulheres que revolucionaram alguma coisa, nem que seja o meu mundo, foram das mais importantes que tive na vida, as que mais me influenciaram.

É sobre isso que quero falar hoje, no Dia Internacional da Mulher. No poder da representação e quando as heroínas das nossas histórias de infância nos dão super-poderes para sobreviver a tudo. 


MOVIE 36 // Coco (2017)

26.2.18

source

Há coisas que não se apagam depois da nossa infância, e os filmes de animação são dessas coisas. Os desenhos animados foram os meus companheiros preferidos enquanto cresci, tanto em formato de série como filme. Deliciei-me com as histórias da Disney e, mais tarde, da Pixar, e sou o tipo de pessoa que, de vez em quando, ainda vai rever A Pequena Sereia (1989) ou Hércules (1997). Por isso, não é de admirar que esteja sempre ansiosa com os novos lançamentos de filmes do género, como é o caso de Coco (2017), um filme para crianças onde se fala sobre a vida depois da morte. 

Os 5 livros favoritos de autores portugueses e africanos

24.2.18



Eu sei, eu sei. Como assim a Sónia não respira literatura fantástica? Eu sei que dou essa sensação, porque é só sobre isso que eu escrevo por aqui, mas a verdade é que adoro literatura portuguesa. Nem sempre fui assim, mas foi principalmente com a minha licenciatura em Literatura & Artes que aprendi a valorizar a escrita do povo português. Contudo, e também através do que aprendi na universidade, descobri um outro amor grande: a literatura africana, escrita com o nosso português, de autores luso-descendentes. Foi assim que nasceu a nova publicação aqui no blogue: os 5 livros favoritos de autores portugueses e africanos. 


Ler salvou a minha vida e pode salvar a tua também

22.2.18



Eu sei que o povo que me está a ler fica certamente a pensar que sou um poço de dramatismo, mas não há nada mais verdadeiro do que afirmar que os livros salvaram a minha vida, construindo a pessoa que sou hoje. A literatura devia ser algo obrigatório no dia-a-dia de toda a gente, não apenas pelos benefícios que nos traz, mas principalmente pelas lições que nos dá quando estamos a precisar de um ombro amigo, nem que seja fictício. O melhor de tudo? Pode vos ajudar também, se quiserem.

MOVIE 36 // I, Tonya (2017)

16.2.18



Tonya Harding, um nome que me era totalmente desconhecido até ao aparecimento do filme biográfico que conta a sua história, mas que, provavelmente na cultura americana, é ainda dos mais mencionados de sempre, principalmente entre fãs de patinagem no gelo. I, Tonya (2017) acabou por ser o filme que estreou a minha época oficial dos Óscares, abordando a história que acabou sem um final feliz, sem floreados e de forma muito crua, autêntica. 


As Minhas 5 Histórias de Amor Favoritas

14.2.18



Sim, sou uma romântica incurável. Sim, sou o tipo de namorada que oferece coisas pirosas no Dia de S. Valentim. Até mesmo quando era solteira - sim gente, isso acontece - adorava o 14 de Fevereiro, mesmo tendo plena noção que é um dia criado pelo capitalismo para vender, bla bla bla. Em vez de vos trazer promoções de livros, sugestões de presentes para oferecer para ele & ela, resolvi abordar um bocadinho o amor na ficção. Sim, sou mesmo muito lamechas. Podemos continuar agora?

SELF-LOVE TALES PT. II // Perdoar quem somos

12.2.18




Confesso que já tentei, várias vezes, escrever os meus self-love tales outra vez, mas sempre sem sucesso. Desde a primeira publicação, onde falo sobre como admitir que estamos mal é o nosso super-poder, já se passaram quatro meses de muita introspecção e muitas feridas a começarem a sarar, finalmente. Uma jornada que por ser tão difícil, tão íntima, tão despida de falsidades e ilusões, torna bastante mais complicado todo este processo de escrever sobre como estou a começar a gostar de mim. O conto de hoje? Muito especialmente, fala sobre o perdão.

Porque mais do que conseguir perdoar os outros, temos que nos perdoar a nós mesmos.

6 razões para escrever fanfiction

6.2.18



Sim, leram bem. Esta é a publicação que vos vai aterrorizar ou entusiasmar, dependendo do tipo de pessoa que são. Alguns talvez até perguntem em voz alta: "mas o que raio é fanfiction?". Para muitos, é o pesadelo arquivado da nossa adolescência que não pode nunca mais vir ao de cima novamente. Para outros, continua a ser uma experiência agradável enquanto escritores, leitores, espectadores ou até mesmo fangirls/boys. Será que há mesmo benefícios para reescrever as nossas histórias favoritas? 

MOVIE 36 // Jumanji 2 (2017): Um throwback à Infância

26.1.18



Já li muitos comentários & opiniões sobre esta sequela, cujo filme original foi, para muita gente, um dos melhores filmes de infância de sempre. Cheguei rapidamente a uma conclusão: se a cada spin-off, filme de live-actionremake e sequela que aparece, vocês não conseguem deixar de franzir o sobrolho, é garantido que Jumanji 2: Welcome to the Jungle (2017) não é para vocês. Os amantes da tradição, do deixem-estar-os-filmes-bons-no-armário-para-não-estragar, certamente não vão apreciar a continuação da história do jogo de tabuleiro mágico que... Virou videojogo.


"Turtles All the Way Down", por John Green

22.1.18


Janeiro, o meu mês de preocupação e stress contínuo, finalmente teve o seu primeiro livro lido! Quem me segue nas redes sociais sabe que ando semi atarefada com a minha tese de Mestrado - e por atarefada, quero dizer a entrar em pânico a cada meia hora, o que não me tem dado muita liberdade para ler sempre que me apetece. Ainda assim, arranjei um tempinho para terminar o novo romance young adult de John Green, Turtles All the Way Down, e tenho umas quantas coisas a dizer sobre ele. 

101 Bookstagram: Dicas & Inspirações

18.1.18


Acho que finalmente posso dizer que estou a levar o conceito book blogger para outro nível. Depois de muito ponderar nos últimos meses, finalmente criei um bookstagram! A minha conta pessoal no Instagram, @soniaropinto, já andava há muito a ser uma mistura estranha entre livros e momentos do meu dia-a-dia, pelo que resolvi separar as águas e ficar com uma conta pessoal e uma dedicada ao mundo literário. Para isso, pesquisei muito e li uns quantos artigos úteis para começar da melhor forma, pelo que resolvi partilhar também convosco, fellow bookworms que gostam desta combinação maravilhosa: livros + Instagram. 💛

TAGS // As Séries Favoritas da Raquel

15.1.18



Hello, hello! Boas segundas-feiras para toda a gente, esperando que o tremor de terra não vos tenha atrapalhado a vida (eu nem o senti, engarrafada num autocarro senti apenas a mão cheia de comentários nas redes sociais 😒) e que aproveitem o resto da semana ao rubro! Por aqui, após um dia turbulento, bebe-se um chocolate quente e responde-se à primeira tag do ano. Juntamente com a Raquel do blogue Cornerstone, resolvemos falar um bocadinho sobre as nossas séries favoritas nos respectivos blogues. Curiosos? É só continuar a ler.


SÉRIES // 1ª Temporada de The Crown (2016)

11.1.18



Se são leitores assíduos do blogue já há algum tempo, certamente já repararam no meu para sempre amor por séries históricas, preferencialmente com monarquia incluída, mas que tenham a capacidade de ir buscar uma certa época e inserir a história nos seus costumes e culturas. A minha última adição ao meu romance com os séculos anteriores é a série da Netflix, The Crown (2016). E como ainda só vi a primeira temporada, resolvi fazer uma pequena review com os meus aspectos favoritos da série e o entusiasmo ao caminhar para a segunda temporada. 

MOVIE 36 // The Big Sick (2017)

5.1.18



... Finalmente chegou a primeira publicação do MOVIE 36, projecto começado pela Carolayne, do blogue IMPERIUM. Para quem não sabe do que se trata, o objectivo passa por ver pelo menos três filmes por mês, chegando ao final do ano com 36+ filmes vistos e analisados. Mais pormenorizadamente, espera-se também que a blogosfera tenha mais conteúdo artístico, dando a nossa opinião sincera e, ao mesmo tempo, aumentar o nosso consumo cinematográfico. Se quiserem saber mais e/ou se quiserem participar, leiam a minha apresentação oficial aqui.

2018 Bucket List

3.1.18


Para quem ainda não leu a primeira publicação de 2018 - que, por acaso, ainda tinha sido escrita em 2017 mas que, por falta de tempo para editar as fotografias, passou para o ano seguinte, espero que tenham aproveitado a vossa new year's eve e que tenham entrado em 2018 "com o pé direito". Por aqui, celebrou-se a passagem de ano com os mesmos de sempre, já com o espírito empolgado para que 2018 se torne dos melhores anos da minha vida. 

Como tal, há que trazer as melhores amigas de cada início de ano: listas! E eu já tenho aqui a minha, numa espécie de bucket list para 2018 cheia de objectivos, compromissos e sonhos. 

Top 13 em 2017, porque a minha vida não é tão interessante para ter 17

1.1.18



Afinal encontrei um tempinho para reflectir sobre o ano que passou na sua totalidade e não apenas no que toca a livros. 2017 foi, sem dúvida, um ano de desafios e etapas a ultrapassar. Acima de tudo, acredito que foi um ano importante para me obrigar a ver o bom no meio de tanto mau, pois quem me segue nas redes sociais e leu algumas publicações por aqui sabe que, de alguma forma, tive uns quantos momentinhos difíceis. Assim, decidi fazer uma lista dos momentos inesquecíveis de 2017, 13 para ser mais exacta, porque a minha vida não é assim tão interessante para conseguir fazer o top 17.

Latest Instagrams

© by the library. Design by FCD.