Slider

16.2.18

MOVIE 36 // I, Tonya (2017)



Tonya Harding, um nome que me era totalmente desconhecido até ao aparecimento do filme biográfico que conta a sua história, mas que, provavelmente na cultura americana, é ainda dos mais mencionados de sempre, principalmente entre fãs de patinagem no gelo. I, Tonya (2017) acabou por ser o filme que estreou a minha época oficial dos Óscares, abordando a história que acabou sem um final feliz, sem floreados e de forma muito crua, autêntica. 


14.2.18

As Minhas 5 Histórias de Amor Favoritas



Sim, sou uma romântica incurável. Sim, sou o tipo de namorada que oferece coisas pirosas no Dia de S. Valentim. Até mesmo quando era solteira - sim gente, isso acontece - adorava o 14 de Fevereiro, mesmo tendo plena noção que é um dia criado pelo capitalismo para vender, bla bla bla. Em vez de vos trazer promoções de livros, sugestões de presentes para oferecer para ele & ela, resolvi abordar um bocadinho o amor na ficção. Sim, sou mesmo muito lamechas. Podemos continuar agora?

12.2.18

SELF-LOVE TALES PT. II // Perdoar quem somos




Confesso que já tentei, várias vezes, escrever os meus self-love tales outra vez, mas sempre sem sucesso. Desde a primeira publicação, onde falo sobre como admitir que estamos mal é o nosso super-poder, já se passaram quatro meses de muita introspecção e muitas feridas a começarem a sarar, finalmente. Uma jornada que por ser tão difícil, tão íntima, tão despida de falsidades e ilusões, torna bastante mais complicado todo este processo de escrever sobre como estou a começar a gostar de mim. O conto de hoje? Muito especialmente, fala sobre o perdão.

Porque mais do que conseguir perdoar os outros, temos que nos perdoar a nós mesmos.

6.2.18

6 razões para escrever fanfiction



Sim, leram bem. Esta é a publicação que vos vai aterrorizar ou entusiasmar, dependendo do tipo de pessoa que são. Alguns talvez até perguntem em voz alta: "mas o que raio é fanfiction?". Para muitos, é o pesadelo arquivado da nossa adolescência que não pode nunca mais vir ao de cima novamente. Para outros, continua a ser uma experiência agradável enquanto escritores, leitores, espectadores ou até mesmo fangirls/boys. Será que há mesmo benefícios para reescrever as nossas histórias favoritas? 

26.1.18

MOVIE 36 // Jumanji 2 (2017): Um throwback à Infância



Já li muitos comentários & opiniões sobre esta sequela, cujo filme original foi, para muita gente, um dos melhores filmes de infância de sempre. Cheguei rapidamente a uma conclusão: se a cada spin-off, filme de live-actionremake e sequela que aparece, vocês não conseguem deixar de franzir o sobrolho, é garantido que Jumanji 2: Welcome to the Jungle (2017) não é para vocês. Os amantes da tradição, do deixem-estar-os-filmes-bons-no-armário-para-não-estragar, certamente não vão apreciar a continuação da história do jogo de tabuleiro mágico que... Virou videojogo.


16.2.18

MOVIE 36 // I, Tonya (2017)



Tonya Harding, um nome que me era totalmente desconhecido até ao aparecimento do filme biográfico que conta a sua história, mas que, provavelmente na cultura americana, é ainda dos mais mencionados de sempre, principalmente entre fãs de patinagem no gelo. I, Tonya (2017) acabou por ser o filme que estreou a minha época oficial dos Óscares, abordando a história que acabou sem um final feliz, sem floreados e de forma muito crua, autêntica. 


14.2.18

As Minhas 5 Histórias de Amor Favoritas



Sim, sou uma romântica incurável. Sim, sou o tipo de namorada que oferece coisas pirosas no Dia de S. Valentim. Até mesmo quando era solteira - sim gente, isso acontece - adorava o 14 de Fevereiro, mesmo tendo plena noção que é um dia criado pelo capitalismo para vender, bla bla bla. Em vez de vos trazer promoções de livros, sugestões de presentes para oferecer para ele & ela, resolvi abordar um bocadinho o amor na ficção. Sim, sou mesmo muito lamechas. Podemos continuar agora?

12.2.18

SELF-LOVE TALES PT. II // Perdoar quem somos




Confesso que já tentei, várias vezes, escrever os meus self-love tales outra vez, mas sempre sem sucesso. Desde a primeira publicação, onde falo sobre como admitir que estamos mal é o nosso super-poder, já se passaram quatro meses de muita introspecção e muitas feridas a começarem a sarar, finalmente. Uma jornada que por ser tão difícil, tão íntima, tão despida de falsidades e ilusões, torna bastante mais complicado todo este processo de escrever sobre como estou a começar a gostar de mim. O conto de hoje? Muito especialmente, fala sobre o perdão.

Porque mais do que conseguir perdoar os outros, temos que nos perdoar a nós mesmos.

6.2.18

6 razões para escrever fanfiction



Sim, leram bem. Esta é a publicação que vos vai aterrorizar ou entusiasmar, dependendo do tipo de pessoa que são. Alguns talvez até perguntem em voz alta: "mas o que raio é fanfiction?". Para muitos, é o pesadelo arquivado da nossa adolescência que não pode nunca mais vir ao de cima novamente. Para outros, continua a ser uma experiência agradável enquanto escritores, leitores, espectadores ou até mesmo fangirls/boys. Será que há mesmo benefícios para reescrever as nossas histórias favoritas? 

26.1.18

MOVIE 36 // Jumanji 2 (2017): Um throwback à Infância



Já li muitos comentários & opiniões sobre esta sequela, cujo filme original foi, para muita gente, um dos melhores filmes de infância de sempre. Cheguei rapidamente a uma conclusão: se a cada spin-off, filme de live-actionremake e sequela que aparece, vocês não conseguem deixar de franzir o sobrolho, é garantido que Jumanji 2: Welcome to the Jungle (2017) não é para vocês. Os amantes da tradição, do deixem-estar-os-filmes-bons-no-armário-para-não-estragar, certamente não vão apreciar a continuação da história do jogo de tabuleiro mágico que... Virou videojogo.


© by the library. Design by FCD.